terça-feira, 25 de novembro de 2008

Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres



Li aqui, que “As vítimas de violência doméstica não param de aumentar. Em 2008, já morreram 43 mulheres em Portugal. Os números foram divulgados pelo Observatório de Mulheres Assassinadas, criado em 2004 pela União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR). Outro dado de relevo é o facto de a violência se registar cada vez mais em jovens.
Mais de 40% da violência doméstica regista-se numa faixa etária entre os 24 e os 35 anos. Ao longo deste ano, já morreram 43 mulheres, a grande maioria, mais de 50%, às mãos do marido, companheiro ou namorado.”



Manifesto o meu repúdio a qualquer tipo de violência contra as mulheres. E não só contra as mulheres, mas também contra os idosos e as crianças; violência contra qualquer ser humano indefeso perante inconcebível violência.


BASTA!!!


4 comentários:

Fernanda disse...

Olá

Subescrevo o que dizes.
Agredir, ferir, maltratar e desprezar um ser indefeso e fraco,como uma criança, um idoso ou uma mulher,... é para mim o crime mais cobarde e cruel que se pode praticar.
Não tenho contemplações nem atenuantes para esse tipo de gente.
São autênticas bestas e frias afectivamente, socialmente incapazes de conviver e respeitar o seu semelhante.
É gente que merece estar atrás das grades.

Bom resto se semana

fiel.jardineira disse...

Qualquer tipo de agressão, fisica ou psicologica, entre seres ditos humanos...também há violencia das mulheres para os homens, e também entre casais homossexuais... E acima de tudo que quem é alvo da agressão não se acomode nem se culpabilize...Acho que o maior combate à violência doméstica é não aceitá-la!
Bjs vizinhais

Verónica disse...

Ninguém tem o direito de agredir seja quem for. Chega de violência. Mas atenção, existem comandantes porque do outro lado estão os soldados!E vice versa.

Smile disse...

Amigas,
Chega de violência sim… seja ela qual for.
Bjs com muita PAZ