quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Para ti


Foi para ti
que desfolhei a chuva
para ti soltei o perfume da terra
toquei no nada
e para ti foi tudo
Para ti criei todas as palavras
e todas me faltaram
no minuto em que talhei
o sabor do sempre



Para ti dei voz
às minhas mãos
abri os gomos do tempo
assaltei o mundo
e pensei que tudo estava em nós
nesse doce engano
de tudo sermos donos
sem nada termos
simplesmente porque era de noite
e não dormíamos
eu descia em teu peito
para me procurar
e antes que a escuridão
nos cingisse a cintura
ficávamos nos olhos
vivendo de um só
amando de uma só vida.

Mia Couto


Foto: Katerina Lomonosov


11 comentários:

pinguim disse...

Este poema é para toda a gente que ama...
Beijinho.

Pedrasnuas disse...

HUMMMMMMMM ....QUE BELEZA!!!

Sereia disse...

Blog cheio de poesia e paixão...
Maravilhooooooooooooooso...
Parabéns
Bjs

a disse...

Um poema de Amor, nada melhor para iniciar o FdS, que ele seja leve e doce para ti.

Bjs.

Jacarée disse...

Ao sabora do Amor,
tudo fica mais belo.
Bom fim-de-semana.
Borrifes de Jacarée

saudade disse...

O que não se faz, por quem se ama...
Saudade

Sereia disse...

Bom dia!!!!!
Beijosssssssssssssssss

Angel disse...

Bem escolhido o poema..eu cá gosto..desejos de um domingo cheio de Sorrisos e Sonhos..;)

Smile disse...

Pinguim
Podes crer que é sim :-)
Beijinho

Pedrinhas
Hummm.... sem dúvida alguma! ;-)
Beijo voador

Sereia
Muito obrigada pela tua visita e comentário :-)
Volta sempre ;-)
Bjs

A
Muito obrigada :-)
Uma excelente semana pra vcs :-)
Bjs

Jacarée
Obrigada e que a tua semana seja excelente ;-)
Bjs

Saudade
Obrigada pela tuia visita e comentário :-)
Volta sempre
Bjs

Sereia
Boa noite! :-D
Beijosssssss

Angel
É lindo não é? ;-)
Bjs e uma excelente semana cheio de sorrisos e sonhos :-D

Secreta disse...

O Amor... o Amor... :)

Smile disse...

Secreta
... é o Amor :-)
Beijinhos