domingo, 14 de março de 2010

Mar



Mar, metade da minha alma é feita de maresia
Pois é pela mesma inquietação e nostalgia,
Que há no vasto clamor da maré cheia,
Que nunca nenhum bem me satisfez.
E é porque as tuas ondas desfeitas pela areia
Mais fortes se levantam outra vez,
Que após cada queda caminho para a vida,
por uma nova ilusão entontecida.

E se vou dizendo aos astros o meu mal
É porque também tu revoltado e teatral
Fazes soar a tua dor pelas alturas.
E se antes de tudo odeio e fujo
O que é impuro, profano e sujo,
É só porque as tuas ondas são puras.



Sophia de Mello Breyner Andersen


Foto: Varis Sants


7 comentários:

Maria disse...

As minhas paixões: o mar e a poesia. E Sophia...

Bom domingo.
:))

Smile disse...

Maria :-)
Adoro mar e o por de sol, é uma combinação maravilhosa :-)
Um bom Domingo pra ti também. ;-)
Beijinhos

Anónimo disse...

Mais uma que gosta do Mar, de Pôr do Sol e de poesia.

Boa escolhaa para um domingo bem passado!

Smile disse...

Olha Anónima, seja quem fores :-)
Sim, adoro sim ;-)
Acho que sou uma romantica ... :-)

Pano pRa Mangas disse...

Huuum o mar.. e com este sol.. !

Smile disse...

Paninhooooo... :-)
o mar.... o sol... e a Primavera que não chega :P
Beijoquitas

pinguim disse...

Sei que me repito e repito outros comentários, mas que hei-de fazer?
Adoro o mar e adoro a Sophia!