quinta-feira, 11 de setembro de 2008

11 de Setembro de 1973

Salvador Allende


No dia 11 de Setembro de 1973 as forças armadas do Chile levaram a cabo um Golpe de Estado Militar dirigido pelo General Augusto Pinochet (que era considerado por Allende um militar leal) contra o presidente Salvador Allende, o primeiro líder marxista democraticamente eleito da América Latina nas eleições de 1970.
Salvador Allende morreu em condições ainda mal esclarecidas nesse mesmo dia (segundo testemunhas suicídio mas para muitos foi executado), durante o bombardeamento do Palácio de La Moneda.
Assumiu o poder uma junta militar, que, no plano político, decretou a ilegalização de todos os partidos e movimentos de esquerda e a suspensão de todas as actividades políticas. Augusto Pinochet Ugarte foi nomeado presidente e instaurou uma ditadura militar.
Augusto Pinochet teve o apoio do governo de Richard Nixon dos Estados Unidos da América.
Nos 17 anos que durou a ditadura de Pinochet, foram assassinadas milhares de pessoas, presas e torturadas. Muitas das vitimas simplesmente desapareceram sem deixar rasto e os seus familiares ainda hoje continuam por não saber nada delas e à espera que se faça justiça.



4 comentários:

Verónica disse...

Pois,o dia 11 de Setembro...fica para a História por razões trágicas.
Augusto Pinochet foi um "bandido" como tantos outros que matam,torturam,perseguem e nada lhes sucede. Infelizmente fazem-se pactos com o próprio "diabo" se isso trouxer benefícios.
Há uns que ainda são julgados,mas a verdadeira justiça tarda em se fazer notar.
Beijos voadores.Lol

Fernanda disse...

Pois,...dificilmente me esquecerei do filme Chove em Santiago.
Vi-o era bem jovem, por aqui já se tinha dado o 25 de Abril.
Tivemos mais sorte que os Chilenos.
Por isso, é bom lembrar, também, que em 73 também houve um 11 de Setembro.

fiel.jardineira disse...

O poder é corrosivo.... Bjs

Smile disse...

Verónica,
Por vezes a justiça é injusta… foi o caso do Pinochet (e tantos outros) que saiu impune.
E é pelas vítimas que nunca podemos nem devemos esquecer.
Bjs voadores ;-)


Fernanda,
Tivemos mais sorte sim, tanto em 1974 como no ‘verão quente de 1975’, que quase estivemos à beira da guerra civil. Mas o bom senso prevaleceu, graças a Deus.
Bjs

Fiel,
Tens razão sim… o poder é corrosivo… tanto na Ditadura como na Democracia… acho que o poder, seja ele qual for e onde seja, faz realçar o pior do Ser Humano quando ele emprega esse poder para seu bel-prazer e maldade.
Bjs