quarta-feira, 17 de junho de 2009

E depois do Adeus.... José Calvário

Não podia deixar de dedicar um post a José Calvário que faleceu hoje aos 58 anos; um grande orquestrador e excelente compositor.
aqui tinha colocado mais uma grande música (Flor sem tempo) deste grande senhor. E como não podia deixar de ser, deixo a música que foi ao Festival da Canção em 1974 e que serviu de senha para o inicio da Revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974.






E Depois do Adeus
Paulo de Carvalho
Música: José Calvário
Letra: José Niza

Quis saber quem sou
O que faço aqui
Quem me abandonou
De quem me esqueci
Perguntei por mim
Quis saber de nós
Mas o mar
Não me traz
Tua voz.

Em silêncio, amor
Em tristeza e fim
Eu te sinto, em flor
Eu te sofro, em mim
Eu te lembro, assim
Partir é morrer
Como amar
É ganhar
E perder

Tu vieste em flor
Eu te desfolhei
Tu te deste em amor
Eu nada te dei
Em teu corpo, amor
Eu adormeci
Morri nele
E ao morrer
Renasci

E depois do amor
E depois de nós
O dizer adeus
O ficarmos sós
Teu lugar a mais
Tua ausência em mim
Tua paz
Que perdi
Minha dor que aprendi
De novo vieste em flor
Te desfolhei...

E depois do amor
E depois de nós
O adeus
O ficarmos sós.

10 comentários:

Dantins disse...

Fiquei triste com a notícia, morreu demasiado cedo.
Morre o homem, fica a obra.


Bjos

pinguim disse...

Conheci-o pessoalmente pois um seu irmão está casado com uma prima minha.
Infelizmente, há tempos, já tinha falecido outro irmão, ainda mais novo.
Este ano é para esquecer, definitivamente...
Beijinho.

clic disse...

Bonita homenagem! :)

Carlos disse...

Bonita homenagem. Um grande senhor da música portuguesa. Excelente maestro e compositor. Infelizmente partiu cedo demais...58 anos, fica a sua obra, para sempre.Um beijinho amiga!!!

simplesmenteeu disse...

Mais uma vez, a música me faz regressar aqui.
Junto-me na tua homenagem e no teu tempo de saudade.

Um beijo

Pedrasnuas disse...

EU TAMBÉM FIQUEI CHOCADA...NÃO ESTAVA À ESPERA...ERA TÃO NOVO...TINHA TANTO PARA DAR!
QUE PENA...IMENSA PENA!!!
SOLIDARIZO-ME COM TODOS OS QUE SENTEM A MESMA TRISTEZA

BEIJO VOADOR

O Profeta disse...

Não há longe, teu mundo a ilha
Tens andar gingão mesmo à maneira
O verde é manto que te afaga os pés
O mar é o teu azul por cabeceira

Passos ao encontro
Alma cheia de cor e ilusão
Braços abertos à aventura
O mundo na palma da mão

Bom fim de semana


Mágico beijo

Lover disse...

:) esta música é eterna...como a memória deste grande compositor...nunca se é suficientemente velho para morrer...e infelizmente, suficiente novo para não morrer, fique o melhor de cada um que cá passe!:)

"Eu adormeci
Morri nele
E ao morrer
Renasci"

Bom fim-de-semana:)

Beijinho

Scorpio_Angel disse...

Esta musica é realmente daquelas com as quais crescemos. Concordo com a Lover - eterna, como a memória do seu compositor.

Um beijo para depois do adeus.

Smile disse...

Amigas e Amigos
obrigada pela vossa presença e comentários.
Beijinhos